Organização de eventos Formação

Eventos ou reuniões? A realidade virtual é a solução futurista que o leva onde precisa de estar

AP | PORTUGAL

 

Abordada a realidade aumentada num artigo anterior, tempo e oportunidade para chamar a realidade virtual ao palco do blog da AP | PORTUGAL Tech Language Solutions. 

O ponto de partida é, necessariamente, a definição de realidade virtual. De que se trata, então? É a simulação gerada por computador na qual uma pessoa pode interagir dentro de um ambiente tridimensional artificial que permite explorar vários artefactos e procedimentos como se do mundo real se tratasse.

Na prática, é a tecnologia que recorre a gráficos 3D ou imagens 360º com o objetivo de criar uma sensação de presença num ambiente virtual diferente do real. Para isso, essa interação é realizada em tempo real, utilizando técnicas e equipamentos computacionais que ajudam na ampliação do sentimento de presença do usuário num ambiente virtual. A essa sensação de presença chama-se imersão.

 

Dois géneros de realidade virtual

 

É importante referir que existem dois géneros de realidade virtual (RV), sendo que a diferença resulta dos níveis de imersão e interação com o usuário. Ou seja:

 

  • Telepresença: ambiente comum compartilhado por vários usuários, situados em lugares diferentes, no mesmo ambiente virtual.

 

  • Teleoperação: ação à distância, sendo um bom exemplo as teleconferências ou a utilização de robôs virtuais para trabalhos inumanos.

 

Dos óculos 3D aos eventos

 

A realidade virtual (RV) é uma experiência que é quase realidade. Confuso? O exemplo mais simples de RV é um filme 3D, no qual a utilização de óculos especiais permite a tal experiência imersiva - emular um mundo físico por meio de um mundo digital -  de poder fazer parte do filme. A folha que cai de uma árvore parece flutuar mesmo em frente do espectador, sentir o Godzilla a respirar a poucos centímetros de si...

Na prática, os efeitos de luz e som de um filme 3D levam a que os nossos sentidos visuais e auditivos acreditem que tudo está a acontecer mesmo à nossa frente, embora nada exista na realidade física.

Os avanços tecnológicos na área da realidade virtual são constantes e hoje em dia permitem atingir um nível de aperfeiçoamento que vai bem além dos óculos 3D. Com a ajuda de sistemas informáticos podemos jogar basquetebol "real" - ou outros desportos - na nossa sala de estar, porque graças aos capacetes RV que os jogadores usam nos seus olhos é criada a ilusão de estar frente a frente com Lebron James. Incrível, não é?

Mas a realidade virtual não se resume aos jogos. O universo das conferências, congressos e feiras são campos onde a realidade virtual aproxima o que a realidade separa. E disso falaremos mais em detalhe adiante.

Outras utilizações de RV? Uma agência imobiliária pode usar passeios assistidos por realidade virtual de uma casa ou apartamento sem realmente estar no local. E o mesmo princípio pode ser aplicado a uma feira internacional, com os visitantes a “passear” entre stands sem, de facto, terem de viajar para a Exponor ou FIL.

 

 

AP Promo #01

 

 

Realidade aumentada vs virtual

 

Nota importante: realidade aumentada não é realidade virtual, sendo estes dois conceitos tantas vezes confundidos. É, por isso, importante esclarecer essas duas realidades.

Dito de forma o mais clara possível, a realidade aumentada altera a percepção contínua de um ambiente do mundo real; a realidade virtual substitui o ambiente do mundo real por um ambiente simulado. São, portanto, conceitos diferentes. Do que falamos neste artigo, é da realidade virtual.

 

A realidade virtual no quotidiano

 

Em que circunstâncias a realidade virtual é, ou pode vir a ser, uma solução eficaz e prática? A resposta poderia tornar-se longa, por isso deixamos aqui alguns exemplos práticos de atividades onde a RV é já uma solução viável.

 

  • Formação

 

Especialistas e estudos variados têm concluído que a realidade virtual “assistirá a um aumento da utilização, especialmente em contextos de formação e aprendizagem”. De que forma?

Os estabelecimentos de ensino passarem a utilizar a realidade virtual para que os estudantes e/ou formandos aprendam não apenas com histórias ou cenários, mas podendo experimentá-los.

As oportunidades de RV dentro dos ambientes de aprendizagem/formação são abundantes e não têm apenas o sentido formador-formando, visto que avaliadores ou gestores de formação poderão também obter feedback sobre o progresso dos formandos através da mesma tecnologia virtual.

 

  • Reuniões, congressos e feiras

 

O futuro das conferências, feiras empresariais ou reuniões pode estar na mundo de realidade virtual. É um facto que já hoje não precisamos de estar no mesmo espaço para assistir a uma reunião ou conferência, mas com a opção pela realidade virtual é possível ir mais longe. Por exemplo, aceder a toda a sala através dos 360 graus de conteúdo imersivo com óculos VR e sentir-se realmente como se estivesse no mesmo espaço. A realidade virtual pode, neste caso, mudar a forma como comunicamos e interagimos uns com os outros em reuniões.

Esta mesma possibilidade é já hoje aplicável a conferências e feiras, permitindo estar presente no local sem sair de casa ou do escritório.

 

  • Recrutamento

 

O Lloyds Banking Group, por exemplo, está a planear um novo esquema para utilizar a realidade virtual (RV) como forma de avaliar os candidatos a empregos no âmbito do seu processo de entrevista. Com a RV é possível avaliar os candidatos através de situações virtuais para ver como reagem dentro de determinadas tarefas ou cenários.

 

Captura de ecrã 2020-07-31, às 11.56.27

 

A realidade virtual no futuro

 

Parece óbvio que o futuro trará alterações na forma de viver e nesse campo há um lugar de destaque destinado à realidade virtual.

  • Com o crescente desenvolvimento de aplicações de RV, o ato de partilhar será ainda mais fácil, tornando-se natural a troca de informações e conhecimentos e levar essa mesma informação e esses conhecimentos a áreas remotas em diferentes partes do mundo.
  • Por exemplo, é certo que com a realidade virtual os estudantes serão capazes de se concentrar mais e melhor, uma vez que as distrações diminuirão enquanto aprendem com um programa de formação em realidade virtual.
  • Os cirurgiões também poderão aperfeiçoar as suas competências ao serem capazes de praticar em coisas que não humanos reais e descobrir formas de melhorar a ciência e tecnologia médicas.
  • A realidade virtual dará às pessoas a experiência de viajar sem que tenham de abandonar as suas casas.
  • A realidade virtual assegurará às pessoas uma oportunidade de ir às compras e até mesmo socializar sem sair de casa.
  • A realidade virtual fará com que as pessoas experimentem conforto enquanto trabalham a partir das suas casas, visitando uma feira empresarial, acedendo a um congresso, participando numa reunião.

 

ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS - SERVIÇOS COMPLEMENTARES

 

Quem somos

 

AP PORTUGAL - Tech Language Solutions é uma empresa portuguesa de tradução e serviços tecnológicos certificada pela Norma Internacional da Qualidade ISO 17100; e pela DGERT enquanto entidade formadora.

Com agências em Lisboa e Porto, é reconhecida internacionalmente pelas suas competências tecnológicas em várias áreas - desde a localização e tradução de websites, SEO multilingue, locução, legendagem e interpretação - e especialização na organização de eventos internacionais, aluguer de equipamento AV - audiovisuais e sistemas de VRI - Video Remote Interpreting.

Somos uma empresa que aposta com entusiasmo no desenvolvimento da cooperação em Luanda, Maputo, Bissau, Praia, São Tomé, Dili e qualquer ponto do mundo onde a sua organização ou instituição necessite de um parceiro especializado em mais de 125 pares linguísticos.

Pode ainda seguir-nos nas redes sociais Facebook, Twitter e Instagram.

 

 

Artigos Relacionados:

 

Gamification? Já deve ter lido ou ouvido o termo em inglês, mas de que falamos,...

Artigos Relacionados:

 

O que é a realidade aumentada, para que serve, como e onde a utilizar? O conceito...

Artigos Relacionados:

 

O ano de 2020 realçou a urgência e a necessidade de encontrar e compreender as...

Comentários

Subscrever Blog