Inteligência artificial

A propósito do locdoc.io: a inteligência artificial não nos sai da cabeça

AP | PORTUGAL

 

Acompanhe-nos nesta viagem por uma série de artigos que descobrimos aqui e acolá. Sem tabus, diferentes abordagens à Inteligência Artificial.

Não é preciso ter um mestrado em pesquisa no Google - ou qualquer outro motor de busca - para entender que a Inteligência Artificial (IA) é um assunto que há muito não larga o topo das “trends”. E isso reflete-se, também, nas redes sociais, com diversas abordagens em plataformas tão diferentes como o Linkedin ou o Twitter

Agora, faça connosco uma pequena viagem por uma série de artigos que descobrimos aqui e acolá. Sem tabus, diferentes abordagens à inteligência artificial. E tudo isto porque a masterclass Locdoc.io, organizada pela AP Portugal Tech Language Solutions, deixou-nos ainda com mais água na boca quando o assunto é IA.

Começamos por este artigo do semanário Expresso, que recorre a números revelados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) para destacar um ponto: “Mais de um sexto das empresas já usam inteligência artificial nos seus negócios”

Segundo a mesma notícia, que pode ler na íntegra aqui, mais de um quinto das empresas portuguesas lançou-se nas vendas através da internet e mais de um sexto já utilizam tecnologia de inteligência artificial. 

“A inteligência artificial, por seu lado, já é realidade para 17,3% das empresas, sendo que as tecnologias mais utilizadas são as que analisam linguagem escrita, identificam objetos ou pessoas através de imagens e que automatizam diferentes fluxos de trabalho ou auxiliam na tomada de decisão”,  acrescenta o mesmo artigo.

 

“A inteligência artificial, por seu lado, já é realidade para 17,3% das empresas"

 

Natal e Inteligência Artificial? O que podem parecer dois pontos separados por galáxias, estão, de facto, mais perto do que se pensa. E assim aconselhamos que passe os olhos por este artigo do jornal Observador que aponta como pode a inteligência artificial ajudar o serviço ao cliente na época festiva. A primeira frase atraiu desde logo a nossa atenção, quando lemos que “a integração da tradução automática nos fluxos de trabalho das equipas, aproveitando ferramentas que já se utilizam, permite economizar e melhorar o apoio ao cliente.”

De todo o texto, há um artigo que chega a uma conclusão capaz de dar pano para mangas. “Nas épocas festivas, as empresas que operam no mercado global e que fornecem comunicação multilíngue assente numa equipa de falantes nativos vêem-se a braços com a dificuldade de responder aos clientes na sua língua nativa pela indisponibilidade de profissionais que caracteriza estas alturas do ano. Isto causa atrasos nos tempos de primeira resposta e nas taxas de resolução no primeiro contacto, duas métricas essenciais para quem lidera equipas nesta área. Além disto, também o encargo que esta solução comporta deve levar os gestores a pensar duas vezes”. O debate está aberto e pode sempre usar a caixa de comentários da nossa publicação no blog ou nas redes sociais da AP Portugal Tech Language Solutions.

 

Um livro sobre Inteligência Artificial? O Natal está a chegar

 

E agora, um livro sobre a era da inteligência artificial escrito por Henry Kissinger, ex-secretário de Estado dos Estados Unidos,  Eric Schmidt, antigo presidente da Google, e o reitor do MIT, Daniel Hutttenlocker. Acho que já captamos a sua atenção, certo?

Disponível em Portugal desde meados de novembro - podemos estar a dar uma ideia de uma boa prenda de Natal, assumimos - o livro revela “o impacto da Inteligência Artificial (IA) no conhecimento, na política e nas sociedades em que vivemos, e apresenta-nos a uma era que começa agora a despontar: a da coabitação entre humanos e IA". 

Ao longo de 240 páginas, o livro divide-se em sete capítulos. 1) Onde estamos; 2) Como chegámos aqui - tecnologia e pensamento humano; 3) De Turing aos dias de hoje - e mais além; 4) Plataformas de rede globais; 5) Segurança e ordem mundial; 6) IA e a identidade humana; e 7) IA e o futuro. O site especializado em economia, Dinheiro Vivo, apresenta uma pré-publicação de parte do terceiro capítulo do livro. Algo que pode ler aqui, basta clicar.

 

“Além de aumentar o lucro, a inteligência artificial também melhora as relações de trabalho"

 

“Além de aumentar o lucro, a inteligência artificial também melhora as relações de trabalho”. A conclusão está aqui e parte de um estudo feito pelo MIT e pelo Boston Consulting Group com 2167 executivos em 106 países. 

O texto, em português do Brasil, reflete sobre a realidade da América Latina, mas não deixa de ser interessante e permite transportar as conclusões para outras realidades.

Finalmente propomos a leitura de uma entrevista a Axel Voss (PPE, Alemanha), o eurodeputado responsável pelo relatório da Comissão Especial sobre Inteligência Artificial na Era Digital (AIDA) no Parlamento Europeu.

“A UE está a ficar para trás na corrida global à tecnologia e, se quiser continuar a ser uma potência económica e global, de acordo com o relatório, deverá igualmente tornar-se uma potência global no campo da inteligência artificial. Se a UE não agir rápida e corajosamente, acabará por se tornar numa "colónia digital" da China, dos EUA e de outros Estados e correrá o risco de perder a sua estabilidade política, a sua segurança social e as suas liberdades individuais, como frisado no relatório. Além disso, as tecnologias emergentes podem levar a uma deslocação do poder global para fora do mundo ocidental”, refere Voss.

 

Quem somos

 

AP PORTUGAL - Tech Language Solutions é uma empresa portuguesa de tradução e serviços tecnológicos com estatuto PME Líder e certificada pela Norma Internacional da Qualidade ISO 17100; e pela DGERT enquanto entidade formadora.

Com agências em Lisboa e Porto, é reconhecida internacionalmente pelas suas competências tecnológicas em várias áreas - desde a localização e tradução de websites, SEO multilingue, locução, legendagem e interpretação - e especialização na organização de eventos internacionais, aluguer de equipamento AV - audiovisuais e sistemas de VRI - Video Remote Interpreting.

Somos uma empresa que aposta com entusiasmo no desenvolvimento da cooperação em Luanda, Maputo, Bissau, Praia, São Tomé, Dili e qualquer ponto do mundo onde a sua organização ou instituição necessite de um parceiro especializado em mais de 125 pares linguísticos.

Pode ainda seguir-nos nas redes sociais LinkedInFacebook, Twitter e Instagram

Artigos Relacionados:

 

Estamos de volta para falar de Inteligência Artificial. Na verdade, regressamos para...

Artigos Relacionados:

 

Os meios de comunicação sintéticos estão a ser utilizados diariamente tanto por...

Artigos Relacionados:

 

Já não restam dúvidas de que a transformação digital precipitou a chegada de uma nova...

Comentários

Subscrever Blog