Curadoria de conteúdo Inteligência artificial

Inteligência Artificial: fiscalizar, encontrar um par de meias e sete tendências a não perder de vista

AP | PORTUGAL

 

Estamos de volta para falar de Inteligência Artificial. Na verdade, regressamos para falar da utilização da Inteligência Artificial (IA) e das muitas aplicações que esta tecnologia oferece.

A Inteligência Artificial e as suas várias aplicações são uma realidade cada vez mais presente. Em diversas e tão variadas áreas como a Administração Pública, por exemplo, ou o simples ato de ajudar a combinar um par de meias com a sua camisa favorita.

 

IA para fiscalizar contratos da administração pública

 

Inteligência Artificial para fiscalizar contratos públicos? Sim, o Tribunal de Contas está a dar os “primeiros passos” nesse sentido, anunciou o presidente do Tribunal de Contas (TdC).

José Tavares mantém que “o sistema funciona”, referindo-se à fiscalização dos dinheiros públicos, mas, nota que essa convicção “não significa que não possa ser aperfeiçoado”. 

“Estamos, por exemplo, a dar os primeiros passos – a gatinhar – no recurso à inteligência artificial”, revela José Tavares, em entrevista ao jornal “Público”. [conteúdo pago].

Por agora, o TdC está a candidatar-se a “um projeto com a OCDE que pode ser útil para a Administração Pública, aproveitando fundos internacionais”. “Consiste em analisar determinados atos e contratos da administração pública recorrendo a algoritmos e outros meios da inteligência artificial com vista a controlá-los e aperfeiçoá-los”, explicou.

 

Encontrar um par de meias com Inteligência Artificial

 

O ponto de partida é a Inteligência Artificial. O que a Google anunciou recentemente são melhorias no motor de busca para, a partir da inteligência artificial, melhorar a forma como a informação é usada e o conhecimento adquirido. As inovações ainda não estão disponíveis, mas serão implementadas em breve.

Prabhakar Raghavan, vice-presidente da Google, anunciou a grande novidade: melhorar a ferramenta de pesquisa visual, o Google Lens. A melhoria é possível graças ao MUM, tecnologia anunciada em maio e que melhora as ferramentas de pesquisa no Google. Neste caso, no Google Lens, permitindo, por exemplo, fazer perguntas sobre o que se vê.

"O utilizador poderá tocar na imagem de uma camisa e pedir ao Google para encontrar o mesmo padrão - mas agora noutra peça de roupa, como meias. Isto ajuda quando o utilizador está a pesquisar por algo que pode ser difícil de descrever com precisão através de palavras. Poderá escrever "meias vitorianas com florais brancos", mas não encontrar o padrão exato que está a procurar. Com este novo recurso do Lens, estamos a tornar mais fácil a pesquisa visual", afirmou.

 

Locdoc Promo v4 + LEG (1)

 

Content Moderation: IA ou intervenção humana?

 

​​Content Moderation, já ouviu falar? Durante anos e anos Content Moderation surgia como um conceito abstrato ao mesmo tempo que a Inteligência Artificial (IA) fazia parte da agenda dos gigantes da tecnologia que continuamente trabalham nos algoritmos de IA, melhorando-os e adaptando-os à sua realidade.

Com os algoritmos de IA a tornarem-se cada vez mais eficientes, sendo capazes de reduzir substancialmente o tempo e o volume de trabalho que o controlo em direto traz, é inevitável a questão: porque é que ainda precisamos de Reguladores Humanos na era da IA?

O exemplo do Youtube pode ajudar a responder a esta pergunta. Os sistemas de IA do YouTube removeram mais vídeos do que aqueles que estavam a infringir as regras porque sabiam que as máquinas não podiam ser tão rigorosas como os seres humanos. Mas mesmo assim optaram por remover os vídeos por precaução para garantir a proteção dos utilizadores.

Tal como qualquer outro software concebido para ajudar nos esforços de branding online de uma empresa, o controlo feito exclusivamente por IA tem as suas falhas. Estas falhas não devem ser vistas como uma desvantagem, mas sim como uma oportunidade para fortalecer a defesa de uma marca face a conteúdos online maliciosos. É por esta razão que o ser humano é essencial para permitir o controlo do conteúdo online.

 

Beethoven X – The AI Project. Ouça o resultado final.

 

Primeiro, os computadores concluíram as composições incompletas de Gustav Mahler e Franz Schubert. Agora, chegou a vez da sinfonia "inacabada" de Ludwig van Beethoven (1770-1827). 

Em meados de 2019, a companhia de telecomunicações Telekom, sediada em Bonn, cidade natal do compositor, formou uma equipa de musicólogos, compositores e informáticos para a tarefa de analisar e assimilar o “estilo beethoveniano”, de modo a terminar a "Inacabada" com apoio da inteligência artificial.

No decorrer do projeto, dispositivos de inteligência artificial foram alimentados com esboços e anotações do músico no limiar do classicismo para o romantismo, assim como partituras dos seus contemporâneos.

A prova dos nove foi a estreia da nova Décima de Beethoven pela Orquestra Beethoven de Bonn, sob o título Beethoven X – The AI Project. Ouça o resultado final.

 

 

 

As sete tendências de inteligência artificial para 2022

 

De acordo com o CEO da Google, Sundar Pichai, o impacto da Inteligência Artificial no desenvolvimento como espécie humana será ainda maior do que o do fogo ou da eletricidade. Talvez esta seja uma afirmação algo ambiciosa, mas uma coisa é certa: em 2022, a IA vai continuar a caminhar para se tornar a tecnologia mais transformadora que a humanidade já desenvolveu até agora. 

Nesse sentido, a Forbes elaborou uma lista. Uma lista que enumera as sete tendências de inteligência artificial para 2022.

De uma coisa podemos ter certeza: em 2022 os avanços e novos desenvolvimentos continuarão a empurrar os limites do que é possível.

 

Responsabilidade Social - AP Portugal - Abia Digital-1

 

Quem somos

 

AP PORTUGAL - Tech Language Solutions é uma empresa portuguesa de tradução e serviços tecnológicos com estatuto PME Líder e certificada pela Norma Internacional da Qualidade ISO 17100; e pela DGERT enquanto entidade formadora.

Com agências em Lisboa e Porto, é reconhecida internacionalmente pelas suas competências tecnológicas em várias áreas - desde a localização e tradução de websites, SEO multilingue, locução, legendagem e interpretação - e especialização na organização de eventos internacionais, aluguer de equipamento AV - audiovisuais e sistemas de VRI - Video Remote Interpreting.

Somos uma empresa que aposta com entusiasmo no desenvolvimento da cooperação em Luanda, Maputo, Bissau, Praia, São Tomé, Dili e qualquer ponto do mundo onde a sua organização ou instituição necessite de um parceiro especializado em mais de 125 pares linguísticos.

Pode ainda seguir-nos nas redes sociais LinkedIn, Facebook, Twitter e Instagram

Artigos Relacionados:

 

A curadoria de conteúdo da AP | PORTUGAL Tech Language Solutions mantém o princípio...

Artigos Relacionados:

A curadoria de conteúdo da AP | PORTUGAL Tech Language Solutions regressa com o...

Artigos Relacionados:

 

A curadoria de conteúdo da AP | PORTUGAL Tech Language Solutions regressa com o...

Comentários

Subscrever Blog