Inteligência artificial

Inteligência Artificial: o número 10 e um avatar de meditação

AP | PORTUGAL

A utilização da Inteligência Artificial (IA) no ambiente empresarial e corporativo significou o surgimento de novas possibilidades de fazer negócios. Mas há ainda muito a fazer para que esta seja uma opção natural.

Estamos de volta para falar da Inteligência Artificial. E temos fortes razões para insistir e recordar o que pode melhorar, por exemplo, com a solução oferecida nesta área pela AP | PORTUGAL Tech Language Solutions.

Vamos a um par de números para cimentar a ideia de que apostar na IA deve, de facto, ser uma prioridade da sua empresa ou organização. Atentemos, por isso, a duas conclusões de outros tantos estudos realizados no mercado brasileiro:

 

  • A IA é capaz de aumentar em 10% a receita das empresas que a adotarem, segundo a NVIDIA Enterprise. 
  • Um estudo da consultora de negócios everis mostrou que, só em 2020, a procura por ferramentas baseadas na IA aumentou 48%. 

“Com a tecnologia, um processo que poderia demorar horas, dias ou meses é realizado numa fração desse prazo. Assim, o profissional não precisa de preocupar-se com algumas etapas do trabalho e ainda há a possibilidade de usar aquele tempo e energia extras para melhorar e evoluir a qualidade do que está a ser produzido”, refere Daniel Vettorazi, creative technologist da Buck Design, que venceu o Webby Awards pela criação do trailer da série “Between the World and Me”, produzida pela HBO. Uma frase que enuncia de forma clara as vantagens de optar pela IA. 

 

Solues Inteligncia Artificial - AP PORTUGAL

 

Estratégias globais de IA

 

As contas foram feitas e calcula-se que menos de 10% das empresas que usam Inteligência Artificial (IA) sejam capazes de operacionalizá-la nos seus processos de negócios ou ter estratégias globais e integradas para toda a organização. As dificuldades de hoje estão detetadas e não são tecnológicas. Estão maioritariamente relacionadas com falta de competências.

Foi a partir daqui que a Microsoft e a Universidade do Algarve lançaram recentemente o curso “Inteligência Artificial para Executivos”. O objetivo? Criar bases para que executivos e gestores possam definir estratégias, implementar práticas e avaliar resultados de investimentos relacionados com a Inteligência Artificial (IA).

 

Um avatar de meditação, Deepak Chopra?

 

Avatar. A palavra vai normalizando-se e surgindo associada a todo o tipo de artigos sobre as aplicações da Inteligência Artificial. Recuemos a dezembro de 2020 para recordar um artigo, originalmente publicado no jornal Observador. 

“Respire fundo. Fizemos uma aula de meditação com o avatar de Deepak Chopra”, é o mote de um texto publicado aquando da última edição do Web Summit e que conta como foi o “encontro” com o  guru da meditação Deepak Chopra, mas numa versão digital, ou seja, um avatar alimentado com inteligência artificial.

Na prática, a sessão de meditação foi totalmente conduzida por um “gémeo digital” de Chopra, cuja versão humana participou apenas para dar as boas-vindas e explicar ao que vinha.

 

AP GLOBAL PT

 

Google e Inteligência Artificial


A Inteligência Artificial e as suas várias aplicações são uma realidade cada vez mais presente. Em diversas áreas. Sinal disso, por exemplo, o lançamento em Portugal - em setembro - de um concurso para projectos de investigação na área da Inteligência Artificial. O apoio conjunto da FCT e da Google traduz-se na disponibilização de créditos em serviços de IA na plataforma da Google Cloud no valor de dois milhões de dólares.

A Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) e a Google estabeleceram um acordo que prevê a atribuição de 1,7 milhões de euros para projectos de investigação na área de Inteligência Artificial (IA) em Portugal.

A iniciativa tem a duração de dois anos e, numa primeira fase, a FCT aponta duas subáreas prioritárias de investigação dentro da IA: processamento de Língua Natural, “nomeadamente a criação de modelos e ferramentas computacionais para a língua portuguesa"; e a IA Responsável, que visa o desenvolvimento de sistemas que sigam princípios éticos e que permitam a aplicabilidade do seu comportamento.

No segundo ano, prevê-se a criação de um ecossistema de suporte às actividades de investigação e inovação em IA em Portugal.

“O desenvolvimento da investigação da Inteligência Artificial nestas subáreas permite, por exemplo, disponibilizar em grande escala o acesso à informação e a comunicação entre idiomas, culturas e competências, e Portugal tem já grandes histórias de sucesso neste campo, como a Unbabel e a Priberam”, explica a FCT e comunicado divulgado esta segunda-feira.

 

Mais IA, mais liberdade

 

A tecnologia permite aos humanos tornarem-se mais eficientes, libertando-os de processos manuais, demorados e repetitivos. A cognição e a criatividade das pessoas, fatores fundamentais do valor dos negócios, devem estar livres para que seja possível concentrarem-se na inovação da organização. A conclusão chega de um de webinar organizado pela Microsoft no qual se discutiu, por exemplo, a democratização da inteligência artificial.

Pedro Borges, diretor executivo da Microsoft Portugal,  considera que a pressão existente para os negócios sejam todos os dias mais produtivos - apesar dos cenários de recursos finitos a nível financeiro, pessoas e tempo -, traduz-se por "uma velocidade e exigência da transformação enormes".

Nesse sentido, Pedro Borges considerou durante o webinar que a democratização da tecnologia de IA é o caminho, tirando partido do que ela oferece "para potenciar cada pessoa e empresa nas suas tarefas".

 

Quem somos

 

AP PORTUGAL - Tech Language Solutions é uma empresa portuguesa de tradução e serviços tecnológicos com estatuto PME Líder e certificada pela Norma Internacional da Qualidade ISO 17100; e pela DGERT enquanto entidade formadora.

Com agências em Lisboa e Porto, é reconhecida internacionalmente pelas suas competências tecnológicas em várias áreas - desde a localização e tradução de websites, SEO multilingue, locução, legendagem e interpretação - e especialização na organização de eventos internacionais, aluguer de equipamento AV - audiovisuais e sistemas de VRI - Video Remote Interpreting.

Somos uma empresa que aposta com entusiasmo no desenvolvimento da cooperação em Luanda, Maputo, Bissau, Praia, São Tomé, Dili e qualquer ponto do mundo onde a sua organização ou instituição necessite de um parceiro especializado em mais de 125 pares linguísticos.

Pode ainda seguir-nos nas redes sociais Facebook, Twitter e Instagram

Artigos Relacionados:

 

Já não restam dúvidas de que a transformação digital precipitou a chegada de uma...

Artigos Relacionados:

 

A Inteligência Artificial teve um papel crucial na jornada de transformação que se...

Artigos Relacionados:

 

A inovação será sempre a solução? Sim, mas de forma a evitar discussões sem fim...

Comentários

Subscrever Blog