Qualidade ISO

AP PORTUGAL é certificada pela ISO 23155: exclusividade nacional, responsabilidade adicional

AP | PORTUGAL

 

AP PORTUGAL recebe a certificação 23155:2022 e passa a reger-se por um total de três normas de qualidade internacional. Algo único em Portugal que junta pioneirismo, orgulho e um enorme sentido de responsabilidade.

É com óbvio orgulho e natural sentido de responsabilidade que a AP PORTUGAL Tech Language Solutions partilha ter obtido a certificação internacional ISO 23155:2022, juntando esta norma às que já figuravam no seu compromisso com a qualidade: ISO 17100:2015 e ISO 18587:2017

Uma boa notícia que é uma oportunidade para assinalarmos o cariz pioneiro e único da AP PORTUGAL como empresa portuguesa certificada por estas três normas internacionais de qualidade. 

Um passo mais no seu permanente compromisso junto do mercado nacional e internacional, da qualificação e organização das instituições.

Esta boa notícia permite-nos reforçar não só a importância das normas internacionais de qualidade, mas também de expor o papel prático da certificação ISO.

A sigla ISO - International Organization for Standardization - tem por objetivo primário e permanente, a promoção e a normalização de produtos e serviços através de um conjunto de normas que visam uma constante melhoria da qualidade. Não é apenas um selo que se exibe, é também uma forma de agir que visa a melhoria contínua e a satisfação do cliente.

 

HubSpot Video

 

 

Melhores condições e práticas de trabalho

 

O objetivo de qualquer ISO é fornecer um conjunto de requisitos que, bem implementados, garantem que a organização certificada é capaz de fornecer - em conformidade com as normas e regulamentos aplicáveis - produtos e serviços capazes de atender às necessidades e expetativas dos clientes. No fundo, o cliente é sempre o maior beneficiário de uma organização certificada por uma norma ISO.

No caso específico da Norma 23155 garantem-se as melhores condições e práticas de trabalho no exercício da interpretação de conferência.

 

Mário Júnior, CEO da AP PORTUGAL: "Ajuda a regular o mercado"

 

A propósito da certificação pela norma internacional ISO 23155, Mário Júnior, CEO da AP PORTUGAL Tech Language Solutions, destaca, antes de mais, que a mesma ”vem ajudar a regular o mercado, promovendo o profissionalismo em detrimento do amadorismo que tantas vezes prejudica a comunicação de reuniões internacionais”.

“Espero que esta certificação sirva, também, como um reconhecimento do trabalho dos gestores de eventos multilingues e intérpretes de conferência que são profissionais altamente qualificados e nem sempre valorizados”, acrescenta, antes de uma nota final. “Estamos igualmente convictos que a Norma ISO 23155 pode ajudar as grandes instituições e organismos do Estado e europeus a adotarem critérios de qualidade no seu processo de requisição e escolha de parceiros para a dinamização de reuniões e simpósios multilingue”.

 

A importância da certificação ISO 23155

 

A pergunta faz todo o sentido: qual é, afinal, a importância da certificação ISO 23155? A resposta está em milhares de conferências e reuniões multilingues que se realizam todos os anos e por todo o mundo com o precioso recurso à interpretação simultânea. E, já sabemos, este é um número que não deixará de crescer tendo em conta, como consequência da recente pandemia, o crescente recurso a serviços de interpretação à distância, designadamente serviços de interpretação de conferência.

Os melhores intérpretes de conferência garantem por todo o mundo a comunicação multilingue em reuniões. Sejam de alto nível, formais ou especializadas. Sobre qualquer tema que possam imaginar: segurança internacional, vacinação, alterações climáticas, diplomacia, crises humanitárias, religião, turismo, inteligência artificial. 

Não é, todavia, uma tarefa simples. Por isso, deve ser exercida apenas por profissionais qualificados e empresas certificadas. 

Note-se, só para destacar a especificidade deste trabalho, que os intérpretes de conferência utilizam pistas auditivas e visuais para melhor compreenderem todo o género de raciocínios, especialmente os mais complexos, e serem capazes de os transferir sem mácula e erro de uma língua para outra.

Neste ponto, a ISO 23155 reconhece a enorme carga cognitiva exigida a um profissional de interpretação, sujeito a um assinalável esforço mental, sublinhando a importância do trabalho de equipa na cabine e a extrema necessidade de os intérpretes de conferência comunicarem visual e oralmente sem obstrução. Não restam dúvidas de que a interpretação de conferência é um trabalho intelectualmente exigente. 

É neste quadro de exigência e qualidade que surgiu no início de 2022, a ISO 23155. Foi aprovada por unanimidade pelos peritos ISO que representavam os seus respectivos Conselhos Nacionais de Normalização. 

 

O papel reservado à ISO 23155

 

Que papel está reservado à ISO 23155? A esta certificação cabe o decisivo papel de indicar às organizações quais os requisitos e recomendações que devem presidir à interpretação de conferência. Os destinatários são claros: 

  • intérpretes de conferência;
  • fornecedores de serviços de interpretação de conferência.

 

Esta norma criada em 2022 tornou-se ainda mais pertinente em face da proliferação de reuniões online e virtuais. E porquê?

  • Porque os intérpretes de conferência são confrontados com um enorme esforço intelectual, sendo por isso necessária a implementação de medidas de mitigação, como, por exemplo, horários de trabalho mais curtos, pausas mais longas. Desta forma a capacidade cognitiva do intérprete mantém-se dentro dos limites da capacidade de processamento humano. 
  • Porque a interpretação à distância é um mercado emergente com requisitos técnicos muito específicos relativos à qualidade do som e do vídeo.
  • Porque a massificação das reuniões à distância tornaram ainda mais importante a seleção de um intérprete que muitos clientes nunca encontrarão pessoalmente.

A nova norma é uma enorme oportunidade. Seja para intérpretes de conferência independentes, sejam intérpretes-consultores ou LSPs

 

A segurança incorporada na certificação ISO ajudará, também, os utilizadores da interpretação de conferências a pedir e a obter melhor qualidade de uma forma transparente.

A boa notícia é que a nova norma é uma enorme oportunidade. Seja para intérpretes de conferência independentes, sejam intérpretes-consultores ou LSPs. A certificação é um sinal de excelência e uma vantagem inquestionável.

Os melhores fornecedores de serviços de interpretação de conferência a nível mundial não hesitarão em obter a certificação ISO 23155 para se distinguirem no sector e reforçarem a sua posição em concursos nacionais e internacionais. A AP Portugal Tech Language Solutions não duvidou um segundo sequer, obtendo a certificação ISO 23155.



Recordar a ISO 17100 e 18587

 

Publicada pela Organização Internacional de Normalização em 2015, a ISO 17100 define os requisitos de qualidade e certifica os mais variados momentos de um processo de tradução escrita. O que é que isto quer dizer? Que uma empresa de tradução certificada por esta norma tem um compromisso com a qualidade desde os recursos humanos e tecnológicos, passando pelo registo de projetos, enquadramento jurídico, procedimentos, serviços de valor acrescentado e definição de termos.

E no que consiste a ISO 18587? Perante a constante e veloz evolução dos sistemas de tradução automática tornou-se essencial uma norma ISO capaz de regulamentar o trabalho humano desenvolvido por tradutores a partir do resultado da tradução automática. Com os tradutores a tornarem-se pós-editores, esta norma centra-se no trabalho de pós-edição, estabelecendo regras no processamento de conteúdo a partir do momento em que este “sai” da tradução automática, mas não sendo ainda o texto final que se destina à publicação.

 

A história e importância da interpretação

 

Sendo certo que existem relatos que incluem a figura do intérprete na Grécia Antiga e depois no Império Romano - não tendo o seu trabalho sofrido grandes alterações ao longo dos séculos, nomeadamente na Idade Média e na época da expansão europeia -, é já em pleno século XX que a interpretação ganha importância. Um dos momentos marcantes é a Conferência de Paris, em 1919, altura em que os políticos começaram a querer falar outras línguas e não apenas a língua da diplomacia, ou seja o francês. Estava assim aberto o caminho para o multilinguismo.

Mas o grande momento que figura na história da interpretação é, indubitavelmente, o Julgamento de Nuremberga, após a II Guerra Mundial.

A partir desse momento, em especial a Interpretação Simultânea,  impôs-se não só nas grandes instituições internacionais como a ONU ou a UE, mas também no mundo dos negócios e da cultura, onde se recorre cada vez mais a este género de Interpretação. 

 

Um agradecimento muito  especial

 

No sentido de garantir as melhores condições de trabalho ao exercício da interpretação de conferência e promover as boas práticas junto do mercado de trabalho, a AP PORTUGAL juntamente com a sua rede de intérpretes nacionais e internacionais, decidiram implementar a norma internacional da qualidade ISO 23155 relacionada com os serviços de interpretação de conferência. Conscientes do grande desafio que temos pela frente acreditamos que, com a colaboração de todos, podemos dignificar e elevar esta profissão tão importante para todos os setores de atividade unindo povos, eliminando barreiras e, por via disso, dar um humilde contributo para a história da Interpretação em Portugal e na Europa.

A implementação desta norma internacional da qualidade ISO passa pela interação dos vários grupos de profissionais envolvidos, entre os quais se integra o dos Técnicos de Audiovisuais. Hoje, mais do que nunca, apelamos à sua participação ativa neste processo mormente no que tange à rastreabilidade de procedimentos. Só com este incremento na organização é que será possível fazer um acompanhamento rigoroso de todos os passos do ciclo de produção e, em paralelo, permitir a sua auditoria externa periódica.

Posto isto, e em nome da AP | PORTUGAL resta-nos agradecer antecipadamente a sua maior atenção, pelo caminho que juntos temos vindo a percorrer e pela colaboração estreita que queremos manter para o futuro.

E ainda, um agradecimento muito especial pelas palavras de apoio e felicitações ao longo deste processo de certificação por parte dos intérpretes de conferências - apaixonados pela tradução simultânea -, das empresas de tradução parceiras, das associações profissionais de tradutores-intérpretes e das associações de empresas de tradução nacionais e internacionais que através das suas direções e presidências expressaram sempre seu apoio incondicional.

 

A sua mensagem... 

 

Num exercício permanente de dar provas junto do mercado internacional, da qualificação e organização das instituições portuguesas, a AP PORTUGAL - Tech Language Solutions, uma empresa especializada em tecnologias da comunicação e soluções linguísticas multilingue, tem sido capaz de derrubar preconceitos ao longo de décadas, graças à conquista de diversas certificações internacionais da qualidade como a ISO 17100, ISO 18587 e mais recentemente a ISO 23155. Somos a única empresa em Portugal com todas as certificações nestas áreas da comunicação, com o único propósito de apoiar as organizações no processo de transição digital e capacitação organizacional.

 

… a nossa missão.

 

 Juntos seremos capazes de otimizar os seus recursos e capitalizar os seus investimentos, impulsionando assim a eficiência dos processos, através de soluções e tecnologia de ponta que permitam que os nossos clientes alcancem novos mercados e audiências.

 

Exclusividade Nacional aliada a Responsabilidade Adicional

 

Conscientes que esta exclusividade nacional é sinónimo de responsabilidade adicional, implementamos um sistema de satisfação total ao cliente designado de SST que atribui segurança e garantia máxima aos nossos clientes no período pós-venda.

 

O que fazemos

 

Com um forte enfoque na inovação digital, aliamos as competências das nossas equipas às tecnologias mais recentes para oferecer um portfólio de soluções de vanguarda aos nossos clientes em todo o mundo.

 

  • Serviços linguísticos
  • Tecnologias da comunicação
  • Soluções de conteúdo
  • Experiência digital
  • Formação e consultoria
  • Soluções audiovisuais
  • Gestão e produção de eventos

 

QUEM SOMOS

 

A AP | PORTUGAL Tech Language Solutions é a expressão de serviço e visão nas áreas de tradução, interpretação e serviços tecnológicos de comunicação. 

Com agências em Lisboa e Porto é a única empresa portuguesa certificada pela Norma Internacional da Qualidade ISO 17100, ISO 18587 e ISO 23155, e ainda pela DGERT enquanto entidade formadora. Reconhecida internacionalmente pelas suas competências nas áreas de tradução, interpretação, transcrição, localização, legendagem revisão de texto, destaca-se ainda pela especialização em gestão de eventos e conferências, aluguer de equipamento audiovisual interpretação remota VRI - Video Remote Interpreting.

A intervenção da empresa alarga-se à área da produção de conteúdo criativo em qualquer língua, permitindo que a AP PORTUGAL apoie empresas e organizações através da sua plataforma de Copywriting, focando-se também nas soluções de texto, áudio ou vídeo baseadas em Inteligência Artificial.

A AP PORTUGAL inclui o Artiga Center - Centro Europeu de Eventos Amplificados -, uma instalação que oferece todo o equipamento necessário para qualquer tipo de evento, híbrido, presencial ou digital, além de estar equipado para ações de Team Building presenciais ou digitais.

Pode ainda seguir-nos nas redes sociais: LinkedIn, Facebook, Twitter e Instagram

Artigos Relacionados:

 

Continua a ser importante chamar a atenção sobre o que está na origem destas e outras...

Artigos Relacionados:

 

Certificada pela norma ISO 17100, a AP PORTUGAL Tech Language Solutions obteve,...

Artigos Relacionados:

Apresentada a definição de comunicação empresarial como um processo de partilha de...

Comentários

Subscrever Blog