Curadoria de conteúdo

Os riscos do Google Tradutor, o poder do Zoom e tudo sobre "Eu não sou um gato"

AP | PORTUGAL

 

O Zoom continua a ser uma tendência dominante neste início de 2021, sinal de que a aplicação de videoconferências é capaz de responder às necessidades do trabalho à distância e, também, aos diferentes níveis de confinamento.

Neste episódio da curadoria de conteúdo da AP | PORTUGAL Tech Language Solutions o Zoom domina, mas também há oportunidade para abordar os riscos da utilização do Google Tradutor e, ainda, para começar a falar de uma outra tendência: o copywriting.

 

"Eu não sou um gato"

 

A recolha foi feita pelo jornal Público e resulta destes novos tempos que o Zoom simplificou. De que falamos? Campeonatos de estantes, insultos segredados (e berros) numa reunião de junta, filtros hilariantes quando o momento é sério e o agora famoso “Eu não sou um gato”. Momentos virais que o Zoom nos deu. 

"Quando o Juiz Roy Ferguson abriu o processo virtual do 394.º Tribunal Distrital Judicial do Texas, no Zoom, na terça-feira, não esperava ver dois advogados e um gatinho. 'Sr. Ponton, creio que tem o filtro ligado nas definições de vídeo', disse o juiz. Ponton disse que a sua assistente estava a tentar ajustar as definições. 'Estou aqui ao vivo, não sou um gato', respondeu. 'Consigo ver isso', aceitou o juiz."

 

 

4500 pessoas uma reunião no Zoom

 

Uma reunião de trabalho no Zoom com 4 500 pessoas ao mesmo tempo? Foi o que aconteceu na Caixa Geral de Depósitos (CGD), que, apesar da pandemia e do confinamento, juntou os trabalhadores numa reunião online para apresentar as contas de 2020, as conclusões do plano estratégico e ainda anunciar metas e objetivos para o futuro.

Segundo apurou o ECO, a CGD teve mesmo de pedir uma licença especial à plataforma Zoom para juntar, em simultâneo, esses 4 500 quadros da instituição que ouviram o chairman do banco Rui Vilar e a equipa executiva liderada por Paulo Macedo falarem sobre os números e o percurso do banco público.

 

Uma rececionista no Zoom? É possível

 

“As empresas podem usar a tecnologia para capacitar os funcionários onde quer que estejam, otimizar a colaboração entre os funcionários internos e remotos e fazer a transição de volta para o escritório da forma o mais perfeita possível”, podemos ler no blog do Zoom, que assim aborda o futuro dos escritórios que muitos garantem, passará por um modelo híbrido que combinará o trabalho presencial e o teletrabalho. 

A pandemia mudou o mundo do laboral e trouxe aplicações e tecnologias capazes de responder aos novos desafios das tarefas à distância. 

Ora, foi a pensar nesses novos ambientes que o Zoom apresenta ferramentas para um regresso mais seguro aos espaços físicos, com destaque, por exemplo, para o Zoom Rooms Kiosk Mode, que disponibiliza uma rececionista virtual que cumprimenta os convidados à entrada. Mas há mais novidades.

 

Zoom Parceiro PT (1)


Poderosos gatilhos mentais

 

Já ouviu falar de gatilhos mentais? Apesar de bastante comum, há quem não saiba como apostar neste precioso recurso para otimizar as vendas online. E ele faz toda a diferença.

Todos os dias somos colocados perante a necessidade de decidir. Logo de manhã temos de escolher o que vestir, se bebemos café simples ou com leite, se vamos correr ou fazer aquela aula de yoga...

Essas pequenas decisões podem contar com a ajuda de gatilhos mentais que existem em todas as situações e não apenas nas vendas. Diremos que gatilhos mentais são atalhos que usamos para fazer escolhas no dia a dia. Sobre este assunto, não deixe de ler um artigo do blog do HubSpot.

 

IGAI critica SEF por utilização do Google

 

A investigação da Inspeção Geral da Administração Interna (IGAI) à morte de Ihor, fechada em outubro, a que a TSF teve acesso, refere que quando o passageiro não fala inglês ou francês o SEF costuma usar os tradutores de uma lista telefónica (que estão fora das instalações), mas também "pedidos informais e não registados a outros inspetores do SEF que tenham alguns conhecimentos" na língua em causa, a ajuda a outros passageiros ou o tradutor do Google.

Fonte ligada ao SEF confirma o uso desta ferramenta da internet apenas quando não há outra solução e garante que é impossível ter um tradutor de cada língua no aeroporto.

Para a IGAI "é fundamental" que o SEF garanta "a viabilidade do diálogo" com os passageiros que chegam a Lisboa, sendo proposto que "equacione um sistema automático de tradução, por linha telefónica de apoio semelhante ao usado em diversos aeroportos internacionais".

 

GEA Gestao de Eventos Amplificados _ AP PORTUGAL-1

 

Quem somos

 

AP PORTUGAL - Tech Language Solutions é uma empresa portuguesa de tradução e serviços tecnológicos com estatuto PME Líder e certificada pela Norma Internacional da Qualidade ISO 17100; e pela DGERT enquanto entidade formadora.

Com agências em Lisboa e Porto, é reconhecida internacionalmente pelas suas competências tecnológicas em várias áreas - desde a localização e tradução de websites, SEO multilingue, locução, legendagem e interpretação - e especialização na organização de eventos internacionais, aluguer de equipamento AV - audiovisuais e sistemas de VRI - Video Remote Interpreting.

Somos uma empresa que aposta com entusiasmo no desenvolvimento da cooperação em Luanda, Maputo, Bissau, Praia, São Tomé, Dili e qualquer ponto do mundo onde a sua organização ou instituição necessite de um parceiro especializado em mais de 125 pares linguísticos.

Pode ainda seguir-nos nas redes sociais Facebook, Twitter e Instagram.

 

Artigos Relacionados:

 

A segurança é bem capaz de ser, hoje em dia, a preocupação número um de quase todos...

Artigos Relacionados:

 

Na semana na qual o Governo anunciou as etapas do novo desconfinamento, há datas a...

Artigos Relacionados:

 

Olá, 2021. Novo ano, tempo de novas resoluções e projetos, mas, ainda assim, uma...

Comentários

Subscrever Blog