Interpretação Organização de eventos Formação e Consultadoria

O papel do intérprete de conferência consultor - caso prático

A presença da AP Portugal Tech Language Solutions na Conferência Mundial de Ministros Responsáveis pela Juventude 2019 e Fórum da Juventude 2019, que decorreu em Lisboa de 21 a 23 de Junho, permitiu-nos realizar o interessante exercício de registar e entender a importância do Gestor de Projeto e o papel fundamental do Intérprete de Conferência Consultor.

Dois pontos destacam-se desde logo neste análise feita em tempo real:

  • um evento desta magnitude requer uma gestão minuciosa e cuidada para que nada falhe na hora de discursar;
  • o planeamento começa muito antes do evento.

Assim que fomos consultados para o projeto, começou de imediato a intervenção do Gestor de Projeto da AP Portugal Conference Services destacado para o evento, cabendo-lhe uma série de tarefas. A saber:

  • definir a equipa de intérpretes;
  • assegurar a disponibilidade dos mesmos;
  • providenciar toda a documentação disponível;
  • certificar-se de que todos chegam ao local do evento na data e hora previstas.
  • garantir que todos os intérpretes de conferência estão preparados e possuem as competências linguísticas adequadas para responder aos requisitos do evento;
  • servir de ponte entre o organizador do evento, as equipas de audiovisuais e as equipas de interpretação.

Posto isto, tempo de descrever, uma a uma, as fases relevantes deste processo e o papel do Gestor de Projeto  e do Intérprete de Conferência Consultor.

 

AP World Conference Doc_PT

 

Definição das equipas de interpretação

Nesta Conferência Mundial de Ministros Responsáveis pela Juventude 2019 e Fórum da Juventude 2019, como em todos os eventos promovidos pela Organização das Nações Unidas - ONU, foram solicitadas as 6 línguas oficiais da organização. Ou seja:

  • árabe - AR
  • mandarim - ZH
  • inglês - EN
  • francês - FR
  • russo - RU
  • espanhol - ES.

Para assegurar todas as intervenções da conferência, foi acrescentado o português - PT, a língua oficial do país anfitrião do evento.

Assim, as combinações mais comuns nos eventos multilingue em Portugal, designadamente PT<>EN, PT<>ES, PT<>FR, foram asseguradas por intérpretes de conferência da AP Portugal Conference Services que não só vivem em Portugal como fazem parte da nossa equipa. Já para assegurar as combinações menos frequentes em território nacional, foi necessário recorrer à nossa bolsa de intérpretes de conferência internacionais.

 

A B C Línguas ativas e passivas

 

Como classificar as línguas de trabalho?

Os intérpretes devem conseguir transpor uma mensagem de uma língua para outra muito rapidamente, sobretudo na interpretação simultânea. Ou seja, devem entender rapidamente, pensar rapidamente e falar fluentemente.

Já o dissemos em outros artigos do nosso blog, os intérpretes conseguem expressar-se melhor e mais fluentemente em algumas línguas do que em outras, daí fazer-se uma distinção. A saber:

  • As línguas que falam fluentemente são chamadas as suas línguas ativas.
  • Aquelas que entendem perfeitamente, mas não falam de forma tão fluente, chamam-se as suas línguas passivas.

As línguas de trabalho dos intérpretes são classificadas em três categorias - A, B, C:

  • A língua A é a língua materna do intérprete (ou o seu equivalente) para a qual trabalham a partir de todas as suas outras línguas de trabalho, em interpretação consecutiva e simultânea. É a língua que falam melhor e na qual conseguem expressar facilmente até ideias complicadas. É assim uma língua ativa para o intérprete.
  • Uma língua B é uma língua na qual o intérprete é perfeitamente fluente, mas não é a sua língua materna. Um intérprete pode trabalhar para esta língua de uma ou várias das suas outras línguas de trabalho, mas pode preferir fazê-lo só num modo de interpretação, mais frequentemente em "consecutiva" porque não é tão rápida. Também é considerada uma língua ativa para o intérprete.
  • Uma língua C é uma língua que o intérprete entende perfeitamente, mas para a qual não trabalha. Interpretam a partir desta(s) língua(s) para as suas línguas ativas. Logo, é uma língua passiva para o intérprete.

A opção pela interpretação relay

Importa referir que a Interpretação de Conferência (também conhecida por Interpretação Simultânea ou Tradução Simultânea) é a modalidade de interpretação mais usada em grandes congressos por não interferir na duração do evento.

Lembra-se como se classificam as línguas de trabalho de um intérprete de conferência? Ora, num evento com uma tão grande diversidade de idiomas, os intérpretes de conferência tiveram de recorrer à interpretação relay para garantir o seu desempenho, já que não dominavam todas as línguas requeridas. A interpretação relay é outra designação para interpretação indireta, ou seja, em vez de efetuar a tradução diretamente da língua de partida para a língua de chegada, o intérprete trabalha a partir da tradução simultânea de outro colega.

A interpretação relay é outra designação para interpretação indireta. Aqui o intérprete trabalha a partir da tradução simultânea de outro colega.

O ideal seria disponibilizar todos os pares linguísticos para evitar o recurso à interpretação relay, mas nem sempre é possível evitá-lo, como verificamos aqui.

Nesta fase o Gestor de Projeto identificou os pares linguísticos necessários para o melhor desenrolar dos trabalhos de tradução simultânea e constituiu as equipas de interpretação por pares linguísticos. Por seu turno, o Intérprete de Conferência Consultor iniciou aqui a sua intervenção ao garantir que todos os intérpretes de conferência preenchiam todos os requisitos necessários. Essa avaliação foi feita através de contato telefónico ou videoconferência com os intérpretes de pares como o ZH<>EN e ZH<>PT, para auferir as suas competências linguísticas em EN e PT, respectivamente, já que seriam as línguas utilizadas na interpretação relay. Sabia que existe um código ISO para representar os nomes dos idiomas

 

servicos-de-traducao-simultanea-e-interpretacao

 

Deslocações e alojamento

Depois de definidas as equipas foi necessário garantir que os intérpretes de conferência chegariam ao local do evento na data e hora marcadas. Para constituir as equipas a AP Portugal Tech Language Solutions contou com intérpretes de conferência que partiram dos quatro cantos do mundo rumo a Lisboa. Desde Marrocos à Rússia, passando pela Ucrânia. Ao desempenhar o seu papel, o Gestor de Projeto assegurou as passagens aéreas dos vários destinos e os transferes para o alojamento e para o local do evento. Para isso, foi necessário calcular distâncias e o tempo dispendido entre os destinos, uma série de detalhes que podem passar despercebidos, mas que são essenciais na gestão do projeto e que o Gestor de Projeto não pode descurar.

Este foi também, para alguns dos intérpretes de conferência, o primeiro contato com Portugal e uma oportunidade de visitar a magnífica cidade de Lisboa. Para além de auxiliar a ultrapassar as barreiras linguísticas, a interpretação de conferência promove ainda a interação de várias culturas e a partilha de experiências inolvidáveis.

 

Alimentação, dietas e culturas

Entre tão grande diversidade de culturas e tradições, é importante considerar as restrições alimentares dos intérpretes de conferência que fazem parte da equipa de interpretação, no momento de marcar as refeições. Com proveniências tão diversas como Marrocos, China, Rússia e Ucrânia, é fundamental assegurar que todos estão confortáveis com as propostas apresentadas. As restrições podem ser condicionadas por questões de saúde, crenças religiosas ou estilo de vida e cabe ao Gestor de Projeto garantir que todas são respeitadas.

 

Reconhecimento prévio do local e do equipamento

Nesta fase o Intérprete de Conferência Consultor deslocou-se ao Altice Arena, no Parque das Nações, em Lisboa, o local do evento, a fim de averiguar as condições de trabalho dos intérpretes de conferência e para garantir as acreditações necessárias à sua participação. Num evento de segurança máxima como este, com a presença de altos dignitários de vários países, foi necessário ultrapassar várias barreiras físicas de segurança para revista aos pertences e apresentação das respetivas acreditações. 

Com 42 intérpretes de conferência para as várias sessões paralelas da conferência, foi necessário instalar um centro de interpretação para acomodar todos os intérpretes e o equipamento técnico. Aqui o Intérprete de Conferência Consultor, em colaboração com a equipa de audiovisuais, testou todos os equipamentos. Na prática, verificou a qualidade do som, a passagem de som dos microfones das salas para as consolas das cabines de interpretação e a qualidade do som entre as consolas das várias cabines de interpretação para garantir a já prevista interpretação relay.

O Intérprete de Conferência Consultor certificou-se ainda que as instalações reuniam as condições de conforto apropriadas no que diz respeito à insonorização, temperatura da cabine, luminosidade, fornecimento de água e disponibilização de acesso à internet.

 

Informação relevante e documentação 

Em eventos oficiais, como este, onde são debatidas agendas políticas e planos de concertação internacional, é imprescindível garantir a confidencialidade. Neste ponto, o Gestor de Projeto agilizou os acordos de confidencialidade a apresentar ao organizador do evento.

Assegurados os requisitos de confidencialidade, o Gestor de Projeto promoveu o acesso à informação disponível à data da definição das equipas. O programa e a ordem de trabalhos, os participantes apresentados, a lista com o nome dos oradores, os seus títulos e cargos, bem como o website da conferência e outros links relevantes foram convenientemente partilhados com os intérpretes de conferência, para poderem iniciar o seu trabalho. Que não começa só na hora do início da conferência. 

Fornecer o máximo de documentação possível com antecedência é determinante para a qualidade da interpretação de conferência.

A preparação prévia é crucial para garantir a qualidade das suas comunicações. No entanto, nem toda a documentação é disponibilizada com mais de 24 horas de antecedência. Aqui, o Intérprete de Conferência Consultor, junto do organizador, assegurou o acesso a toda a documentação escrita disponibilizada pelos oradores da conferência, designadamente apresentações e discursos escritos. Esta é uma fase fundamental do processo. Fornecer o máximo de documentação possível com antecedência é determinante para a qualidade da interpretação de conferência. O intérprete de conferência fará um melhor trabalho e poderá assim garantir um maior rigor e uma melhor transmissão da mensagem. 

Até ao início da conferência, cabe ao Intérprete de Conferencia Consultor garantir que o material de última hora é disponibilizado. Falamos de apresentações digitais, notas dos oradores, notas dos presidentes, nomes e títulos das pessoas apresentadas, sobretudo em eventos como este, que contam com a presença de participantes VIP, altos dignitários, presidentes e moderadores.

 

AP|PORTUGAL_INTÉRPRETES

 

Confraternização e foto de família

Não poderíamos deixar passar esta oportunidade dada pela  Conferência Mundial de Ministros Responsáveis pela Juventude 2019 e Fórum da Juventude 2019 sem estreitar laços com colegas que se reviram e também para conhecer novos colegas e estrear amizades. Neste momento social e de convívio entre os membros da equipa de interpretação, que decorreu durante um almoço, o Intérprete de Conferência Consultor assumiu o papel de mestre de cerimónias, para garantir que todos desfrutavam com prazer deste momento de descanso. Foi hora de partilhar experiências e provar novas iguarias, levando na bagagem um pouco da diversidade cultural que estas ocasiões proporcionam. 

Claro que não poderíamos deixar de fazer a foto de família. Um registo para a posteridade de um momento único com um cenário magnífico que é o Pavilhão da Utopia.  

 

ebook-organizadores-de-eventos-multilingue

 

QUEM SOMOS 

AP | Portugal Tech Language Solutions é uma empresa portuguesa de tradução certificada pela Norma Internacional da Qualidade ISO 17100, representante oficial da tecnologia Wordbee, com uma agência de tradução em Lisboa e outra agência de tradução no Porto. Reconhecida internacionalmente pelas suas competências tecnológicas de localização e tradução de websites, SEO multilingue, locução, legendagem e interpretação, aposta com entusiasmo no desenvolvimento da cooperação em Luanda, Maputo, Bissau, Praia, São Tomé , Dili e qualquer ponto do mundo onde a sua organização ou instituição necessite de um parceiro especializado em mais de 125 pares linguísticos.

 

 

Artigos Relacionados:

Organizar eventos não é uma tarefa simples, é um facto. Além de requerer a coordenação...

Artigos Relacionados:

Artigos Relacionados:

Internacionalização e globalização são uma metáfora para o streaming de interpretação...

Comentários

Subscrever Blog