Inbound marketing Marketing Digital Tecnologia, Gestão e Marketing

Só amigos e família estão a ler o seu blog? Tempo de fazer 5 perguntas

AP | PORTUGAL

Vamos imaginar que a dado momento uma organização, uma organização como a sua, decidiu dar aquele impulso que faltava, deixando-se convencer pelas 1001 vantagens do marketing e inbound digital. Nesse sentido, foi convencido pelos benefícios de criar e manter um blog.

Os dias passam, os meses acumulam-se e os resultados teimam em não ser os que antecipava e gostaria ao criar o blog? É então que chega a frustração, no limite, deixa de prestar atenção ao blog.

Alerta de erro!

Não desista, até porque não será um caso isolado. Estamos a falar de um problema comum, mas para o qual há solução. O mais importante é detetar o que pode estar a fazer mal, passando a fazer melhor e diferente.

Não é tempo de desanimar, mas sim a oportunidade para fazer perguntas e obter uma mão cheia de respostas.

Vamos às perguntas&respostas?

  • O tópico é uma novidade?

Por outras palavras, a pergunta para a qual deve procurar uma resposta é apenas esta: o conteúdo da publicação no blog da sua organização acrescenta algum valor ou apenas é mais um post que já muitos leram num outro qualquer lugar?

  • O tópico está bem explicado?

Coloque-se no lugar do seu potencial leitor e depois de ler o blog post faça as contas: o assunto escolhido está bem explicado e quem o ler passa a dominar melhor esse tópico? A resposta aceitável só pode ser uma e positiva.

  • O tópico escolhido é pertinente?
  1. Volte a colocar-se no lugar da audiência do seu blog e pense: que perguntas gostaria de ver respondidas? É a partir daí que deve selecionar que tópicos a abordar nas publicações.
  2. Nota importante: selecione as palavras-chave corretas, utilizando as ferramentas que lhe indicamos.
  • Faça a pergunta a si mesmo: eu leria este artigo?

Se a sua resposta for negativa está na hora de selecionar outro tópico a abordar. Ou então, reescrever o artigo.

  • O tópico: restrito ou amplo?
  1. Aqui está uma pergunta de resposta complexa. É que se por um lado um tópico ou assunto demasiado amplo fará com que o seu post seja mais um entre outros tantos resultados de pesquisa; um tópico ou assunto excessivamente restrito vai limitar o número de clientes que chegarão ao seu site através desse blog post.
  2. O que fazer então: crie conteúdo suficientemente direcionado - atenção às buyers personas -, sem ser excessivamente restrito. É um facto que alcançar menos tráfego, mas alcançará a audiência mais relevante para a sua organização.
    traducao-de-websites-e-localizacao-digital

Como escrever blog posts interessantes

Detetado o que possa estar menos bem no seu blog, tempo de continuar de produzir conteúdos que ajudem a sua estratégia de marketing e inbound digital. Nesse sentido, deixamos aqui alguns conselhos sobre como escrever "aquele" blog post.

 

1. Conte uma história

Contar uma história é uma forma de tornar o seu post mais interessante. Falamos de histórias curtas e simples, atenção. Recordando as palavras de Neil Patel num artigo escrito para o blog do Hubspot: “Histórias produzem ativação cerebral instantânea. Quando o cérebro ouve uma história, isso envolve o acoplamento neural, um fenómeno que faz com que o cérebro realmente experimente as ideias que estão sendo estabelecidas na história. Até mesmo o córtex motor, a parte do cérebro responsável pelo movimento muscular voluntário, é ativado por uma história”.

 

2. Escreva na primeira pessoa

O natural é falarmos na primeira pessoa, por isso escrever também o deve ser.

 

3. Seja claro

Seja claro a dizer o que tem para dizer. Nem menos, nem mais, o segredo é usar as palavras certas.

 

4. Não seja mais extenso do que deveria ser

Não estamos a falar de contagem de palavras, porque se o artigo for interessante ninguém vai dar conta do tempo despendido na sua leitura. Falamos de escrever o que é necessário, sem ser longo de forma artificial e soar a especialista.

 

5. Não seja mais conciso do que deveria.

A brevidade é uma virtude na escrita, mas nada de exageros. O seu artigo necessita de ter, ainda assim, uma narrativa.

 

6. Escreva frases curtas

Frases mais curtas ajudam os leitores a fazer pausas. Logo, aumenta a possibilidade de manterem-se interessados.

 

7. Dividir em partes

Sejamos claro: o conteúdo do seu artigo pode ser muito interessante, mas se for uma enorme massa de texto todos vão pensar que é “chato” antes mesmo de começarem a ler.

As questões de apresentação visual importam, daí que fonte, kerning (espaçamento entre as letras), espaçamento entre linhas, parágrafos, título, números e pontos ajudarão a tornar o seu texto interessante.

Resumindo e concluindo: ao assumir a importância de uma estratégia de ter e manter um blog, o desafio vai além da produção constante de artigos. É necessário que os artigos sejam interessantes. “Não tente impressionar-nos. Basta tentar passar a sua mensagem com clareza”, disse um dia o especialista Neil Patel.

AP Portugal - Vídeo Multilingual SEO - Abia Digital - Versão final PT

 

QUEM SOMOS
AP Portugal - Tech Language Solutions é uma empresa portuguesa de tradução certificada pela Norma Internacional da Qualidade ISO 17100, representante oficial da tecnologia Wordbee, com uma agência de tradução em Lisboa e outra agência de tradução no Porto. Reconhecida internacionalmente pelas suas competências tecnológicas de localização e tradução de websites, SEO multilingue, locução, legendagem e interpretação, aposta com entusiasmo no desenvolvimento da cooperação em Luanda, Maputo, Bissau, Praia, São Tomé , Dili e qualquer ponto do mundo onde a sua organização ou instituição necessite de um parceiro especializado em mais de 125 pares linguísticos.

Pode ainda seguir-nos nas redes sociais Facebook, Twitter e Instagram.

guia prático  otimização de seo no youtube ap portugal

 

Artigos Relacionados:

Houve um tempo em que a vontade de ter uma nova televisão era resolvida com uma ida à...

Artigos Relacionados:

Nunca alcançará o seu público-alvo sem antes definir as buyer personas. Esta é uma...

Artigos Relacionados:

Toda e qualquer resposta começa com uma pergunta: o que é, de facto, o inbound...

Comentários

Subscrever Blog