Localização de Conteúdos Marketing Digital Tecnologia, Gestão e Marketing

Como configurar o seu Google Ads: conheça as quatro etapas

Google Ads ou simplesmente Ads, a plataforma para anúncios do gigante tecnológico com sede nos Estados Unidos, é uma poderosa ferramenta à disposição de empresas, organizações e agências de marketing digital que configura o aparecimento de anúncios que surgem nos resultados de pesquisa do Google. Falamos, portanto, de potenciais 246 milhões de visitantes únicos e 3,5 mil milhões de interações diárias.

Num quadro de expansão da sua marca, o Google Ads surge-nos como um passo natural e que englobado numa estratégia de internacionalização deverá ser acompanhada de tradução profissional dos anúncios. Insistindo nos números avançados pela Google, o investimento no Ads garante um retorno estimado de 700 por cento sobre o investimento.

Todas estas expetativas só encontrarão reflexo na realidade se as regras de funcionamento do Google Ads forem cumpridas. Lembre-se que quanto melhor for sua campanha publicitária, mais cliques, logo maior a probabilidade de conseguir um novo lead ou cliente.

Regras simples para configurar o Ads

Perante a responsabilidade de trazer retorno ao investimento há que saber, desde logo, como configurar o seu Ads. Na realidade, o Google criou regras simples, pelo que é relativamente fácil e rápido configurar as suas campanhas pagas.

Ao visitar o site do Google espera-o uma série de etapas que podem ser cumpridas em pouco mais de 10 minutos se antes de clicar em “Iniciar agora” tiver já o seu texto e/ou imagem do anúncio criadas.

A partir desse momento, já configurações adicionais que necessitará de fazer para ter aquela certeza absoluta de que o seu anúncio funcionará de forma perfeita e de encontro às suas mais elevadas expetativas criadas desde o momento em que sentiu que estava na hora de abraçar as estratégias do marketing digital.

Num tom resumido, estas são quatro etapas - destacadas num artigo no blog do Hubspot - que deve levar em linha de conta. Escreva num “post it”, se ainda acreditar na antiga prática de ter tudo ao alcance de um olhar.

  1. Vincular o Google Analytics: Tenha presente a necessidade de ter o Google Analytics configurado no seu site de forma a poder controlar o tráfego, as conversões, as metas e as métricas exclusivas; configure a seu Analytics ao Ads, pormenor que facilitará o rastreamento, a análise e o relatório entre canais e campanhas.integracao com analytics e outras plataformas
  2. Adicionar códigos UTM: O que são códigos UTM, perguntará? A sigla significa "módulo tracking Urchin” e são pedaços de texto que pode adicionar a um link com a finalidade de dar mais informação ao Analytics. Na prática, é a parte de uma URL que fica após o ponto de interrogação (“?”). Os códigos dirão qual oferta ou anúncio levou a uma conversão para que você possa rastrear as partes mais eficazes de sua campanha.

Captura de ecrã 2019-10-24, às 14.50.173. Configurar o acompanhamento de conversão: Ao cumprir esta etapa - que não é obrigatória, mas que aconselhamos - ficará a saber quantos clientes ou leads adquiriu a partir de suas campanhas publicitárias no Google Ads.ads google conversao

4. Integre os Ads no seu CRM: O objetivo deste ponto é simples, até porque certamente já utilizará o seu CRM para fazer o rastreamento dos dados de contacto e fluxos de leads. Ao optar por integrar também o Ads, ganhará a possibilidade de perceber que campanhas estão a funcionar melhor junto do público que definiu como alvo da sua campanha. O Hubspot, um dos CRM's mais utilizados no mundo, disponibiliza uma integração simples e fácil, em apenas um clique. 

Captura de ecrã 2019-10-24, às 12.29.05

Quatro tipos de anúncios de Google Ads

Fique agora a conhecer a variedade de anúncios que pode concretizar com o Google Ads. São apenas quatro - há mais, mas estes são os mais populares-, podendo escolher o que melhor serve a sua intenção.

Anúncios de pesquisa: texto exibido nas página de resultados do Google. Como exemplo, uma pesquisa por “empresas de tradução” gera anúncios patrocinados.

Anúncios de pesquisa adaptável, ou seja, anúncios de pesquisa responsiva que permitem inserir várias versões de títulos e texto de anúncio (15 e 4 versões, respectivamente) para ser o Google a selecionar os melhores resultados para os utilizadores.

Anúncios de exibição: o Google tem uma rede de sites em vários setores e uma matriz de públicos que escolhem exibir o Google Ads, conhecida como Rede de Display do Google. São normalmente anúncios de imagens que desviam a atenção do conteúdo da página.

Anúncios de vídeo: exibidos antes ou depois (e às vezes no meio de) vídeos do YouTube, que, recordemos, é também ele um motor de pesquisa.

Perante tudo o que aqui enumeramos, há uma pergunta que pode fazer: o Google Ads funciona? Voltemos aos números:

  • Uma taxa de CTR (click-trough rate) de quase 8 por cento;
  • Os anúncios do Display geram 180 milhões de impressões todo mês;
  • Perante utilizadores dispostos a comprar, os anúncios pagos no Google recebem 65% dos cliques;
  • Cerca de 43% dos clientes compram algo que viram no anúncio do YouTube.

O Google Ads permite criar uma campanha de marketing com um alto retorno sobre o investimento e se o “assunto” é globalização, a resposta fica completa com localização dos conteúdos. Trata-se de algo que é aplicável e extremamente válido para a sua campanha de Ads obtenha bons resultados quando inserida na política de internacionalização da sua marca.

 


Porquê o Google Ads? As boas razões e os erros a evitar

Anúncios Google multilingues: uma boa forma de alcançar novos mercados


 

Um trabalho de localização de conteúdo transmite a mensagem da forma mais fidedigna possível, mas com a preocupação de adaptá-la ao receptor da mensagem. Na prática, leva em consideração todos os factores relevantes para a correta recepção da mensagem, como sejam o contexto do receptor (cultural, histórico, entre outros) ou o local onde a mensagem é veiculada.

traducao-de-websites-e-localizacao-digital

QUEM SOMOS

AP Portugal - Tech Language Solutions é uma empresa portuguesa de tradução certificada pela Norma Internacional da Qualidade ISO 17100, representante oficial da tecnologia Wordbee, com uma agência de tradução em Lisboa e outra agência de tradução no Porto. Reconhecida internacionalmente pelas suas competências tecnológicas de localização e tradução de websites, SEO multilingue, locução, legendagem e interpretação, aposta com entusiasmo no desenvolvimento da cooperação em Luanda, Maputo, Bissau, Praia, São Tomé , Dili e qualquer ponto do mundo onde a sua organização ou instituição necessite de um parceiro especializado em mais de 125 pares linguísticos.

Pode ainda seguir-nos nas redes sociais Facebook, Twitter e Instagram.

Artigos Relacionados:

Na era digital de hoje e à medida que o conteúdo de vídeo se torna mais popular, a...

Artigos Relacionados:

É com orgulho que a AP|Portugal se associa a todos os prestadores de serviços...

Artigos Relacionados:

A localização está longe de ser apenas um trabalho de tradução é uma expressão que já...

Comentários

Subscrever Blog